Regras

Introdução

A Brasil Virtual Racing tem o intuito de promover campeonatos nas mais variadas categorias. Visamos corridas limpas, disputas honestas e muito divertimento. O piloto que entrar na liga estará ciente que lhe será cobrado muito fair play, não admitimos pilotos desleais nas disputas. Todos gostam de competir para ganhar, mas o que engrandece ainda mais um piloto é aceitar a derrota. Tentamos equilibrar ao máximo todos os campeonatos, dessa forma a disputa fica muito mais divertida e competitiva.

1.Regras e conduta desportiva

1.1. Todo piloto que entrar na Liga BVR deverá ter a mínima noção de como funciona uma corrida.

1.2. Todo campeonato terá algumas regras específicas, além dessas que estarão descritas nessa sessão. Todo piloto antes de se inscrever em qualquer campeonato deverá estar ciente de todas elas. Ao se inscrever o piloto afirma ter concordado e não poderá reclamar sobre regras listadas, tanto nessa sessão como na sessão do campeonato em questão.

1.3. O uso das penalidades por corte de caminho, e uso de áreas de escape serão utilizadas, ou não, dependendo do jogo a ser utilizado no campeonato, e das regras do campeonato, ficando a critério da organização. Caso esta opção não seja utilizada, e o piloto tente se beneficiar do corte de caminho, este estará sujeito a penalização pela organização do campeonato.

1.4. Toda pista, seja ela qual for, tem um limite para ambos os lados e o piloto deve respeitar, sendo permitidas apenas duas rodas fora desse limite. Lembrando que, áreas de escape não são limite de pista, e sim um auxilio que o piloto tem no circuito, para evitar a colisão do carro contra o muro de proteção, e/ou evitar acidentes. Caso o piloto saia com as quatro rodas além da área permitida, deverá retornar a pista e “tirar” o pé do acelerador, a fim de mostrar que não teve a intenção de ganhar tempo na manobra.

1.5. DA COMUNICAÇÃO EM SALA

1.5.1. Os meios de comunicação que o piloto pode usar na sala antes da corrida oficial é o chat do jogo. Durante a corrida oficial não poderá usar nenhum meio de comunicação na sala.

1.5.2. É expressamente proibido que pilotos dentro da sala de corrida do campeonato usem palavras ofensivas e/ou obscenas, seja para outros pilotos ou para a organização. Tal atitude pode levar o piloto à suspensão. Em caso de reincidência o piloto poderá ser banido da liga.

1.6. DO BOTÃO START

1.6.1. É proibido dentro de qualquer corrida (salvo se ordenado pelo fiscal de prova em casos onde se aplica bandeiras), usar o start, seja ele para escrever, para se livrar de um acidente, para evitar quebrar o carro durante uma colisão ou qualquer outro motivo.

1.6.2. O piloto que for pego usando start durante a prova será desclassificado da etapa em questão. Ainda assim o piloto pode receber penalização além da desclassificação, caso tenha cometido alguma infração durante a corrida.

1.7.. DO HEADSET

1.7.1. O headset fica de uso restrito e exclusivo apenas dos fiscais de prova durante a corrida e antes dela. A sala de corrida será aberta com opção de voz habilitada (nos jogos onde a mesma seja permitida), porém se algum piloto fizer uso do headset antes da corrida poderá ser advertido e até sofrer penalizações para a etapa.

1.7.2. O uso durante a corrida é considerado desqualificação de prova.

1.8. DAS FALTAS

1.8.1. O piloto terá direito a uma falta por campeonato, para progredir na Liga. Porém toda regra tem sua exceção, se o participante enviar uma boa justificativa para falta, a mesma será anulada.

1.8.2. Caso não consiga participar da etapa, o piloto deverá comunicar a organização do campeonato num prazo mínimo de duas horas antes da etapa, caso não seja feito a justificativa nesse tempo, será considerada falta sem justificativa.

1.8.3. O piloto que tiver duas faltas não justificadas no mesmo campeonato, não poderá se inscrever no campeonato seguinte.

1.9 DA ORGANIZAÇÃO

1.9.1 A organização se reserva o direito, sempre que achar necessário, de alterar qualquer regra da liga.

1.9.2 Sempre que uma regra for alterada, ou ocorra alguma mudança, ou haja algum complemento para o campeonato, os mesmos serão expostos na página da Brasil Virtual Racing no Facebook.

1.9.3 É de interesse dos pilotos, o acompanhamento das páginas da liga para eventuais informações.

1.9.4 O piloto poderá tirar qualquer dúvida decorrente de alguma alteração, através do Facebook (www.facebook.com/ligabvr), do e-mail (ligabvr@gmail.com.br),por  mensagem na PSN (IDs: LigaBVR ou LigaBVR2), ou diretamente com a organização (BVR_Fabricio ou BVR_LeoGuain), quando a mesma estiver com sala aberta no jogo,e não for dia de corrida oficial.

1.9.5 O piloto que não se atentar a eventuais mudanças, e consequentemente vier a cometer uma infração na corrida, não terá o direito de argumentar e/ou reclamar sobre possíveis penalidades sofridas decorrente dos fatos.

2. Da Corrida

2.1. DO DIREITO DA CURVA

2.1.1. O piloto precisa estabelecer uma sobreposição substancial com o carro à sua frente antes que ele atinja o ponto de entrada de uma curva para ter o direito de tomar a sua linha de dentro, ou de esperar que ele abra espaço para você.

2.1.2. Entende-se como sobreposição substancial, que pelo menos a frente do seu carro esteja lado a lado ao carro à frente. Caso o carro a frente esteja totalmente a frente do seu carro, a prioridade do traçado será do carro a frente.

2.1.3. O piloto à frente tem todo o direito de fazer a linha que ele desejar e sem nenhuma interferência, se não houver sobreposição suficiente para garantir que você tenha direito sobre ele.

2.1.4. Se for estabelecida uma sobreposição suficiente antes do ponto de entrada da curva, então o piloto de trás tem o direito à metade da curva pelo lado em que atacou.

2.1.5. O piloto que vem por fora tem o direito de usar toda a linha de fora da pista até o final da curva, sem ser pressionado ou jogado para fora na saída da mesma.

2.1.6. O piloto que vem por dentro tem o direito de usar toda a linha de dentro até o final da curva e não deve ser pressionado ou empurrado durante a tangência.

2.1.7. O piloto à frente ainda pode batalhar por sua posição é claro, mas ele deve fazer isso de forma que mantenha espaço para o piloto de trás.

2.1.8. Ocupar a linha de dentro que o carro à frente usaria na curva, depois que ele já tenha iniciado a curva, e onde não foi estabelecida nenhuma sobreposição substancial prévia, é uma manobra de alto risco e classifica-se como penalização leve.

2.1.9. Quando um piloto à frente comete um erro suficiente para garantir uma manobra de ultrapassagem, o piloto que vem atrás tem o direito de tentar atacar a sua posição, com todo o cuidado necessário, não interessando se havia ou não uma sobreposição prévia.

2.1.10. Pequenos erros por parte do piloto à frente podem não ser suficientes para justificar uma manobra de ataque sobre sua posição.

2.2. DA DIREÇÃO DEFENSIVA

2.2.1. O piloto atacado pode realizar um movimento para “fechar a porta” de um carro que o esteja atacando durante a reta, mas deve se manter naquela posição enquanto o piloto que tenta a ultrapassagem permanece afetado por sua posição.

2.2.2. Os pilotos que estão andando na frente têm o direito de fazer a linha de sua escolha durante as curvas, salvo em casos que o piloto de trás tenha sobreposição sobre ele.

2.3. DOS ERROS

2.3.1. Se você comete um erro de pilotagem significante e outros pilotos tentam atacar a sua posição, então você tem os seus direitos reduzidos de lutar contra o ataque deles.

2.3.2. Se um dos pilotos tiver que ceder para evitar um acidente, então esse piloto deve ser o que cometeu o primeiro erro, que possibilitou o ataque.

2.4. DA RECUPERAÇÃO DE UM ACIDENTE

2.4.1. É responsabilidade do piloto que está se recuperando de um acidente, não se tornar um obstáculo móvel, diminuir ao máximo o risco de outros acidentes e tomar todo o cuidado necessário para não interferir na corrida dos carros que ainda estão na pista e não têm envolvimento com o acidente.

2.4.2. Se você continua na pista depois do acidente e ainda está se recuperando do mesmo, você não tem direito algum sobre os outros carros que não fazem parte do acidente.

2.5. DA BATIDA NO CARRO À FRENTE

2.5.1. É responsabilidade do piloto que vem atrás de tomar todo o cuidado para que não bata no carro à frente.

2.5.2. O piloto à frente não deve tentar nenhum tipo de manobra maliciosa, que confunda o piloto de trás, caso ocorra, classificará penalização leve.

2.5.3. O piloto à frente tem o direito de ser mais lento e/ou usar áreas de frenagens mais longas que a dos outros pilotos. Ele também tem o direito de entrar na curva mais cedo ou mais tarde que o normal e a mesma coisa para sair dela.

2.5.4. Os pilotos atrás devem antecipar os movimentos do piloto à frente sempre mantendo uma distância segura.

3. Das Infrações

3.1. DA INFRAÇÃO LEVE

3.1.1. Direção perigosa e/ou imprudente, sem necessariamente envolver-se em acidentes.

3.1.2. Mais de uma mudança de linha para defender a posição (zig-zag).

3.1.3. Após acidente ou escapada de pista, retornar a pista de maneira imprudente, sem causar acidentes.

3.1.4. Não ceder posição para os líderes após duas curvas sob bandeira azul.

3.1.5. Acidente leve causado por imprudência, caso não ocorra à perda de mais de uma posição.

3.1.6. Queimar largada.

3.2. DA INFRAÇÃO MÉDIA

3.2.1. Após acidente ou escapada de pista, retornar a pista de maneira imprudente causando acidentes leve.

3.2.2. Não respeitar bandeira amarela, sem necessariamente causar acidente.

3.2.3. Atrapalhar ou criar resistência ao tomar volta dos líderes, implicando perda de posição para os líderes (bandeira azul).

3.2.4. Acidente leve causado por imprudência com perda de mais de uma posição.

3.2.5. Corte de caminho com ganho de tempo.

3.3. DA INFRAÇÃO GRAVE

3.3.1. Causar acidente ao tomar volta dos líderes (bandeira azul).

3.3.2. Acidente grave causado por imprudência.

3.3.3. Após acidente ou escapada de pista, retornar a pista de maneira imprudente causando acidente grave.

3.3.4. Não respeitar bandeira amarela e causar acidente.

4. Das Penalizações

4.1. As penalizações só poderão ser aplicadas pela constatação de infrações válidas, sejam estas comprovadas por protestos ganhos ou infração comprovada durante a corrida pelo fiscal de prova.

4.2. As penalizações são cumulativas durante o campeonato e só serão zeradas com o término do mesmo.

4.3. As infrações poderão ser reduzidas à infração inferior, caso o piloto que cometeu a infração logo após tente repará-las, sob análise.

Tabela de Penalizações:

Infração Leve: -5 Pontos

Infração Média: -10 Pontos

Infração Grave: -15 Pontos

Obs.: As punições são cumulativas, ou seja, o piloto poderá cometer mais de uma infração na mesma corrida e será penalizado de acordo com tal.

5. Dos Protestos

5.1. Sempre que houver a ocorrência de qualquer uma das infrações acima citadas, qualquer piloto prejudicado poderá protestar no prazo de máximo de 24 horas após o incidente.

5.2. Para realizar o protesto, o piloto prejudicado deverá preencher todo o formulário de investigação de corrida.

5.3. Será aberta investigação sobre o protesto, onde os organizadores do campeonato analisarão o fato e decretaram a pena pela maioria de votos.

5.4. Caso algum organizador estiver envolvido em investigação, o mesmo se ausentará da análise e um piloto convidado irá assumir sua posição.

5.4. Após o resultado do julgamento, caso o piloto investigado for considerado culpado das acusações, o mesmo tem o prazo máximo de 24 horas após o resultado no site para abrir um pedido de reanalise, caso não concorde com a posição tomada pela organização. Após esse prazo o piloto que não se manifestar, estará de acordo com a decisão tomada e não poderá reclamar posteriormente. 

6. Das Eventualidades

6.1. Equipamentos

6.1.1. O piloto é responsável por seu equipamento, isso se entende por:

Console e game

Volante ou Joystick

Conexão de internet (modem, roteadores e afins)

6.1.2. Esses itens deverão ser verificados com frequência, a fim de manter boa funcionalidade em uso dos mesmos.

6.1.3. Em hipótese nenhuma será anulada ou remarcada uma corrida caso algum piloto tenha mau funcionamento de qualquer um dos itens listados acima.

6.1.4. As corridas só serão remarcadas ou anuladas caso haja algum problema que impossibilite o acesso a PSN, comprovado pela maioria, de no mínimo 50% dos pilotos.

6.1.5. Caso a PSN esteja enfrentando problemas para manter os usuários logados, no mínimo 50% dos participantes, os mesmos devem tirar uma foto da tela e mandar para organização, através do formulário de contato. Dessa forma a organização irá analisar o caso, se esse for enquadrado em problemas da PSN à corrida será remarcada. Não havendo possibilidade de remarcar a corrida, a mesma será anulada.

left show tsN fwR uppercase b01s bdt|tsN fwR center uppercase bsd b01s show|fwR uppercase fsN bsd b15w show left|bnull||image-wrap|news login normalcase c05|fsN b01 bsd fwR normalcase c10|b01 bsd normalcase c05|login news c05 normalcase|fwR normalcase tsY c10 sbse|b01 c05 normalcase bsd|content-inner||